putlockerscanli bahiscanli casino
Estou em:   Início » Feira Estadual de Ciência, Tecnologia ...

Tamanho do texto:   Tamanho do texto menor Tamanho do texto normal Tamanho do texto maior   

Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação recebe mais de 14 mil visitantes

 A 9ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, organizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), iniciou na última quarta-feira (8), no Hangar Centro de Convenções, e já recebeu mais de 14 mil visitantes. Este ano a Feira, que integra o evento internacional “Belém +30”, apresenta 30 estandes das principais instituições de ensino e pesquisa do Pará, empresas e órgãos ligados ao setor para expor seus principais projetos com o objetivo de popularizar a ciência.


É a primeira vez que a estudante do Ensino Médio, Kaylane Almeida, de 15 anos, participa do evento e conta como é motivador obter conhecimento em muitas áreas através de cada experimento exposto por estudantes como ela. “Me chamou muita atenção o globo magnético, os índios, as pinturas corporais e os animais empalhados. Estar em uma Feira como essa é muito melhor, é bem mais fácil aprender do que somente na teoria da sala de aula. Na teoria a gente imagina, na prática a gente observa e se surpreende”, disse. 

Um dos projetos em destaque apresentados na Feira é o “Relpreme”, do curso técnico em Eletrônica do Instituto Federal do Pará (IFPA). O projeto tem o intuito de preservar a biodiversidade do planeta, reutilizando o lixo eletrônico e evitando o seu descarte. A professora e coordenadora do projeto, Selma Freire, explica que a destruição e reciclagem do lixo eletrônico ocorre somente fora do Brasil e pontua a reutilização como uma das principais formas de preservar a biodiversidade e o meio ambiente.

“Precisamos manter a biodiversidade que possuímos e preservar o nosso planeta, e esse projeto é uma forma que nós encontramos de fazer isso. Nós reaproveitamos o lixo eletrônico que chega até nós, fazendo vasos para pôr plantas com os monitores de computador, maquetes com as placas, entre outros objetos. Tudo depende da criatividade”, explicou Selma Freire.

Outro projeto em destaque é o “Matematicando”, da empresa Interceleri, a qual está instalada no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá). O “Matematicando usa uma tabuada colorida e atividades neurolinguísticas ligadas às operações matemáticas para facilitar o aprendizado. O diretor de criação da Interceleri, Dilmar Cunha, enfatiza que o projeto tem sido bem aceito por onde passa e o número de adeptos é cada vez maior. “Hoje estamos com 120 mil alunos trabalhando com essa metodologia e mais de 14 mil professores já estão utilizando o projeto no Pará, Ceará e no Rio Grande do Norte”, conta.

A Feira Estadual de CT&I está aberta ao público até sexta-feira, dia 10, das 9h às 19h, e conta com o patrocínio do Banco do Estado do Pará (Banpará), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), da Faculdade Ideal e do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa). Mais informações sobre o evento no site: http://semanact.pa.gov.br. Confira a programação completa do Belém+30 no site: www.ise2018belem.com.

Texto: Maryane Brito – Ascom Sectet
 
Imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.

Imprimir este Conteúdo